Como uma pessoa pode ser contaminada pela Aids ?

a aids é uma doença

A Aids é causada pelo vírus HIV  que pode estar presente no sangue, no sêmen, na secreção vaginal e no leite materno e basicamente existem 5 formas de ser contaminado pela aids que são estas que você pode conferir abaixo:

Formas de ser contaminado pela Aids

  • Sexo sem preservativo com uma pessoa contaminada pelo HIV
  • A mãe contaminada transmite a doença para o filho no período de gestação, no parto ou na amamentação
  • Utilizar uma seringa que já foi usada por uma pessoa contaminada pelo HIV
  • Receber a transfusão de sangue de uma pessoa portadora de HIV
  • utilizar instrumentos que furam e cortam que estejam contaminados

Em relação a primeira forma de contaminação que é o sexo sem preservativo, é importante saber que o tipo de relação sexual que apresenta o maior risco de contaminação de HIV é o sexo anal , já o sexo vaginal  é a relação com o segundo maior risco de contaminação e o sexo oral também apresenta risco de contaminação, apesar que o risco de transmissão de HIV pelo sexo oral é menor que a possibilidade do vírus ser transmitido pelo sexo vaginal e anal.

Já que o risco de pegar Aids existe nas três formas de relação sexual, é recomendável usar o preservativo para o sexo  vaginal, anal e oral. Com o uso do preservativo você estará muito muito mais protegido  contra o HIV., pois apesar do preservativo não ser um método 100  % seguro, ele ainda é a melhor forma de se proteger contra qualquer doença sexualmente transmissível.

Já para evitar ser contaminado pelo uso da seringa, é necessário exigir que a seringa  usada seja completamente descartável, que nunca foi utilizada antes e após um único uso, ela deve ser descartada e não pode ser  reaproveitada.

Um caso de transmissão de Aids preocupante é o da gravida portadora de HIV que pode passar o vírus para o seu filho, mas felizmente  existem remédios que devem ser receitados para esta gravida que diminuem consideravelmente a chance dela transmitir o HIV para o bebê. Além de tomar certos remédios para evitar a transmissão do vírus, essa gravida deverá fazer cesária, já que o parto normal pode apresentar certas complicações que aumentam as chances de infectar a criança e quando o neném já estiver nascido, a mãe não deve amamentá-lo, pois o HIV também pode ser transmitido pelo leite materno.

 

 

Mulheres não se esqueçam da camisinha !

 

mulher mais atenta

Quando se fala em camisinha geralmente o mais cobrado é sempre o homem, pois para a sociedade ele tem que ser o macho alfa, a responsabilidade da relação sexual e do desenvolvimento do relacionamento é toda ele, pois é o homem que tem que conduzir a relação, mas na vida prática será que é assim mesmo ? É o homem que tem que ter inciativa em tudo no relacionamento inteiro ? E as consequências da ação ? será que é só ele que vai ser afetado pelas decisões dele no relacionamento de vocês ?

Bem, se você parar para pensar um relacionamento a dois, não pode ter como base a iniciativa e a ação de uma pessoa apenas, afinal a ação que um toma afeta toda a vida do casal.  Esse mesmo principio deve ser aplicado durante a relação sexual, afinal se você perceber que existe um clima propicio para se relacionar sexualmente com  ele e você quer muito que isso aconteça, não  faz sentido passar toda a responsabilidade para ele e se na hora H ele se esquecer da caminha, como é que fica ? você vai fazer sexo com ele mesmo assim ?

Por tudo isso, eu digo para mulheres de todas as idade que possuem uma vida sexual ativa ou que já estão planejando ter a sua primeira vez sexual, previna-se e não se esqueça de levar a camisinha na bolsa, seja ela uma camisinha feminina ou masculina, pois o que está em jogo é o corpo e a possibilidade dele ser contaminado por alguma doença ou ter uma gravidez inesperada, por isso independente da sua situação não é bom brincar com isso, você pode até ter encontrado um homem para namorar sério ou está afim apenas de curtir, em qualquer uma dessas opções, prevenção não custa caro e o uso do preservativo é fundamental.

Bem, infelizmente essa questão da mulher levar a camisinha com ela continua um grande tabu e isso pode ser constatado com inúmeros relatos que recebo principalmente na festas de carnaval onde muitas vezes acontece uma distribuição de camisinha exclusiva para os homens ,ignorando completamente te a mulher, como se ela não pudesse decidir nada em relação ao sexo. Para exemplificar um desses relatos, tem um vídeo de uma youtuber famosa que desabafa em relação a essa situação. Confira o vídeo abaixo.

Esse desabafo da youtuber Julia  Tolezano do canal Jout Jout prazer demonstra  uma  triste realidade que precisa ser mudada. É necessário ter consciência que as mulheres também tem a mesma responsabilidade que o homem em relação as consequências da relação sexual e por tanto ela também deve decidir e tomar algumas iniciativas na área sexual.

 

Hiv e Aids são a mesma coisa ?

hiv e aids

Um dos maiores erros  que grande parte da população comete em relação a Aids é achar que toda pessoa contaminada com o vírus HIV tem Aids, mas a verdade não é bem essa, pois Aids e HIV não são as mesmas coisas. Esse artigo pretende esclarecer esse erro que muitos cometem e visa demonstrar a diferença entre a Aids e o HIV.

Bem, o HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana, ele é o vírus que causa a Aids, porem isso não significa que a pessoa que está com o HIV necessariamente tem Aids, pois existem casos de indivíduos infectados com HIV que ficaram anos sem apresentar nenhum sintoma de Aids.

Quando o vírus HIV entra no organismo ele ataca as células do sistema imunológico que são responsáveis pela defesa do corpo humano, as células mais afetadas pelo HIV são os linfócitos CD4 + que cuidam da resposta do corpo em relação a agentes como vírus e bactérias. Ao se instalar dentro dessas células, o vírus se espalha pela corrente sanguínea e contamina outras células, a parta dai o sistema de defesa do organismo fica prejudicado e isso abre espaço para o aparecimento de diversas doenças.

Quando a pessoa é contaminada pelo HIV, o organismo fica mais vulnerável e precisa ser tratado com cuidado, porem como já foi dito antes, ser portador de HIV não significa ter Aids  e se uma pessoa descobrir logo que é portador do vírus e se submeter a um acompanhamento médico e a um tratamento adequado, pode ser que essa pessoa nunca desenvolva a Aids.

Um fator importante que indica que a pessoa tem Aids é a quantidade de células CD4, pois um sistema imunológico saudável, a quantidade de CD4 vária entre 500 e 1800 por milimetro cúbico de sangue. A Aids é geralmente diagnosticada quando o paciente tem menos de 200 milimetro cubico de CD4, a partir dai essa pessoa tem o sistema imunológico completamente comprometido e precisa urgentemente de tratamento.